Revista Brotéria

  

Março de 2016 Volume 182

Voltar


225  Editorial - De novo o Papa Francisco
António Vaz PINTO SJ
229  «Amoris Laetitia» - Estrutura e significado da Exortação Apostólica Pós-Sinodal do Papa Francisco
Antonio SPADARO SJ
255  Uma Quaresma em Ano de Misericórdia - A palavra e o gesto
António Vaz PINTO SJ
261  A carta do Papa Gregório VII ao emir an-Nâçir de Bugia
Luís Filipe F. R. THOMAZ
271  Da globalização à glocalização - Educar para uma globalização de rosto humano
José Eduardo FRANCO
283  Artes e Letras - António Lobo Antunes, «Da natureza dos deuses»
Mário GARCIA SJ
291  Artes e Letras - A escada de Girard
Joaquim SAPINHO
297  Revisitando a Brotéria - Eutanásia. Alguns problemas envolvidos
Mário RAPOSO

Revista Brotéria

Conselho de Direcção e de Redacção

Contacto António Júlio Trigueiros, SJ
Director
Contacto
Contacto António Vaz Pinto, SJ

Contacto
Contacto Vasco Pinto de Magalhães, SJ

Contacto
Contacto Francisco Sassetti Mota, SJ

Contacto

Conselho de Redacção

Contacto Carlos Capucho

Contacto
Contacto Carlos Maria Bobone

Contacto
Contacto Francisco Malta Romeiras

Contacto
Contacto Francisco Sarsfield Cabral

Contacto
Contacto Guilherme d'Oliveira Martins

Contacto
Contacto Henrique Leitão

Contacto
Contacto Joaquim Sapinho

Contacto
Contacto Manuel Braga da Cruz

Contacto
Contacto Margarida Neto

Contacto
Contacto Miguel Corrêa Monteiro

Contacto

Índice Maio/Junho 2018

 Descarregar PDF

MAIO/JUNHO 2018 - A corrupção não se combate com o silêncio

Estamos em tempos em que o problema da corrupção está na moda pelas piores razões, quer por se constatarem limitações na investigação, quer pela ideia generalizada de impunidade e de ineficácia perante um elevado número de infrações, quer pela multiplicação de alguns processos mais “mediáticos”, com uma exposição inusitada e eventualmente ilegal. 

Ler artigo

ABRIL 2018 - A presunção de inocência e os seus equívocos: o caso de José Sócrates

odemos chamar a esta questão “o elefante do meio da sala”: se a presunção de inocência é uma regra constitucionalmente consagrada, e se não há qualquer sentença transitada em julgado, até que ponto tenho eu o direito de presumir a culpabilidade de alguém?

Ler artigo

MARÇO 2018 - Portugal e o mundo – o fim das ideologias

Para quem nasceu na década de 90, 80 ou mesmo 70 nunca como hoje se viveu um tempo tão efervescente. Por detrás da sucessão de dias, que sempre se nos apresentam com normalidade e sem vazios, a história parece caminhar para um muro de desconhecido.

Ler artigo

You are here: Página Inicial