Revista Brotéria

  
Caracterização da Biblioteca PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

A biblioteca da BROTÉRIA, intimamente ligada à revista desde a sua fundação em 1902 e que nem mesmo a expulsão republicana de 1910 logrou dispersar, acha-se instalada desde Setembro de 1930 na moradia, com um pequeno jardim, na rua Maestro António Taborda, que foi adquirida pela Companhia de Jesus, com o auxílio de algumas pessoas amigas. Como o edifício se foi tornando demasiado pequeno para a crescente biblioteca, construiu-se numa parte do jardim uma nova dependência que veio a ser inaugurada em 1955, para poder alojar os quatro pisos da biblioteca.

O crescimento desta biblioteca deve-se ao facto de que nesta casa viveram e trabalharam figuras importantes das Letras portuguesas e da Ciência, nomeadamente os padres Serafim Leite, Francisco Rodrigues, Domingos Maurício, Manuel Antunes, Mário Martins, João Maia, João Pereira Gomes e Luís Archer, entre outros, contribuindo cada um com a sua área de saber para o crescimento da biblioteca. As variadas obras enviadas à redacção da revista para recensão vieram enriquecer ainda mais o acervo.

A biblioteca conta hoje cerca de 150 mil volumes, em áreas muito diversificadas, com forte preponderância em história, humanidades, literatura, filosofia e teologia.

Do seu acervo são de destacar:

- o rico fundo das revistas nacionais e estrangeiras que foram fazendo permuta ao longo de mais de um século com a Brotéria.

- o importante acervo relativo à história dos Jesuítas em Portugal e no Ultramar.

- a notável colecção de livros raros dos séculos XVI, XVII e XVIII.

Acha-se disponível, desde 2009, na biblioteca da BROTÉRIA uma cópia digital de grande parte dos manuscritos relativos às províncias que compunham a antiga Assistência Lusitana (Portugal, Brasil, Maranhão, Goa, Malabar, Japão e China), desde a sua fundação (1541) até à expulsão pombalina (1759), cujos originais se encontram em Roma, no ARSI (Arquivo Romano da Companhia de Jesus).

 

Conselho de Direcção e de Redacção

Contacto António Júlio Trigueiros, SJ
Director
Contacto
Contacto António Vaz Pinto, SJ

Contacto
Contacto Vasco Pinto de Magalhães, SJ

Contacto
Contacto Francisco Sassetti Mota, SJ

Contacto

Conselho de Redacção

Contacto Carlos Capucho

Contacto
Contacto Carlos Maria Bobone

Contacto
Contacto Francisco Malta Romeiras

Contacto
Contacto Francisco Sarsfield Cabral

Contacto
Contacto Guilherme d'Oliveira Martins

Contacto
Contacto Henrique Leitão

Contacto
Contacto Joaquim Sapinho

Contacto
Contacto Manuel Braga da Cruz

Contacto
Contacto Margarida Neto

Contacto
Contacto Miguel Corrêa Monteiro

Contacto

Índice Julho 2018

 Descarregar PDF

JULHO 2018 - Verão de 2017: um ano depois, (nada está) na mesma

O dia 17 Junho de 2017 marcou definitivamente a história do nosso país pelas piores razões e Pedrogão Grande, localidade desconhecida para a maioria dos portugueses até então, ficou associada a essa tragédia. Morreram 66 pessoas na sequência de fogos florestais de uma violência extrema que nesse dia apanhou todos desprevenidos.

Ler artigo

MAIO/JUNHO 2018 - A corrupção não se combate com o silêncio

Estamos em tempos em que o problema da corrupção está na moda pelas piores razões, quer por se constatarem limitações na investigação, quer pela ideia generalizada de impunidade e de ineficácia perante um elevado número de infrações, quer pela multiplicação de alguns processos mais “mediáticos”, com uma exposição inusitada e eventualmente ilegal. 

Ler artigo

ABRIL 2018 - A presunção de inocência e os seus equívocos: o caso de José Sócrates

odemos chamar a esta questão “o elefante do meio da sala”: se a presunção de inocência é uma regra constitucionalmente consagrada, e se não há qualquer sentença transitada em julgado, até que ponto tenho eu o direito de presumir a culpabilidade de alguém?

Ler artigo

You are here: Página Inicial Biblioteca Caracterização